Header Portfolio
Arte em Movimento Velas Telas

Transforma obra de 16 artistas visuais alagoanos
em espetáculo de projeção mapeada

Contemplar a orla de Maceió é por si só uma experiência inspiradora. Em noite de lua cheia, a luz reflete na água do mar e ilumina as tradicionais jangadas, ícones do imaginário cultural alagoano, deixando a paisagem ainda mais convidativa. Uma verdadeira moldura natural.
Esse é o cenário em que será realizado o Arte em Movimento – VelasTelas, projeto que transformará o trabalho de 16 artistas visuais alagoanos em espetáculos de projeção mapeada, em velas de jangadas.
Com patrocínio do Magazine Luiza por meio da Lei Rouanet, o evento acontece entre os dias 18 e 21 de abril (feriado da Semana Santa), na orla da Ponta Verde (na altura do farol), a partir das 20h. Sempre na companhia da lua cheia.
O evento é aberto ao público. Cada dia será dedicado ao trabalho de um grupo distinto de artistas. A curadoria assinada por Mirna Porto Maia, que também é idealizadora do projeto, faz um panorama histórico do movimento das artes visuais em Alagoas. O recorte temporal vai do naturalista Rosalvo Ribeiro (1865-1915) até expoentes da novíssima geração, representada por nomes como Lucas Lamenha, Herbert Loureiro e Jonathas de Andrade.
As mais distintas técnicas e linguagens aparecem no trabalho de artistas com projeção internacional como Delson Uchôa, Everson Fonseca, Fernando Lopes (1936-2011), Rogério Gomes, Tânia Pedrosa, Lula Nogueira, Rosa Piatti, Ana Maia, Vera Gama, Pierre Chalita (1930-2010), Maria Amélia Vieira e Celso Brandão.
“É uma instalação para águas. Um poema visual. Gosto de pensar em coisas, e em objetos, com outras funções que não as determinadas. Faço isso com frequência como designer e como arquiteta. Pensei em muitas telas juntas como uma única tela. Como pedaços de luz soltos no mar. Como reflexos com imagens lindas. Pensei que muita gente gostaria de ver isso. Imaginei como seria trazer a pintura, as artes visuais para o grande salão do mar à noite. Uma plateia sentada na areia e o mar como um palco”, explica a curadora Mirna Porto.

 

DESAFIO TÉCNICO E ARTÍSTICO

A produção de conteúdo e a programação visual do espetáculo serão responsabilidade do estúdio de criação Núcleo Zero, que traz no currículo o <a href=”https://www.youtube.com/channel/UCShw_tDT3-bK1bBl44qddew”>projeto de videomapping Narrativas em Movimento</a>, contemplado no programa Rumos Itaú Cultural. A equipe, composta por editores, motion graphics e artistas digitais, encara agora um novo desafio.
“Além da própria complexidade técnica da projeção mapeada, vamos trabalhar com a interferência do vento, da maré, que irão movimentar a vela. Ou seja, teremos que projetar numa superfície em movimento. Será um desafio técnico interessante, além do desafio artístico que é representar a obra de tantos nomes importantes, trabalhando com linguagens muito diferentes, da pintura naif ao audiovisual”, diz Werner Salles, um dos integrantes do grupo.

Além dos espetáculos de projeção mapeada, o projeto também contará com números performáticos que irão interagir com as telas. Entre eles, um dos destaques será a apresentação do grupo percussivo Maracatu Baque Alagoano, que vai comemorar seu aniversário de 12 anos junto ao encerramento do projeto Arte em Movimento – VelasTelas, no domingo, 21 de abril.

SOBRE O
MAGAZINE LUIZA

O Magazine Luiza, fundado em 1957, é uma das maiores redes varejistas do Brasil, com 980 lojas e 12 centros de distribuição, estrategicamente localizados em 16 Estados (São Paulo – sede –, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Goiás, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão).
O Magazine Luiza tem em sua missão o compromisso com o desenvolvimento do País, nesse contexto, realiza investimentos sociais e culturais. “A causa da democratização cultural passou a orientar recentemente esses investimentos pelo entendimento de que a experiência simbólica expressa na arte e na cultura é fundamental para a realização de todo ser humano. Assim, por meio do incentivo à Cultural via Lei Rouanet, a empresa busca contribuir para a ampliação e melhoria das opções, das experiências e do acesso da população, a criações artísticas, prioritariamente as brasileiras. O projeto Arte em Movimento – Velas e Telas promove e democratiza o acesso à arte e cria condições para que todos tenham a chance de participar da renovação da cultura alagoana, proporcionando e revelando um novo entendimento do mundo e de nós mesmos”, afirma Fábio Costa, responsável pela área de patrocínios.

QUINTA-FEIRA (18 DE ABRIL), A PARTIR DAS 20H
ARTISTAS PARTICIPANTES:
Rosalvo Ribeiro
Fernando Lopes
Rogério Gomes
Pierre Chalita

SEXTA-FEIRA (19 DE ABRIL), A PARTIR DAS 20H
ARTISTAS PARTICIPANTES:
Delson Uchôa
Rosa Piatti
Maria Amélia Vieira
Lula Nogueira

SÁBADO (20 DE ABRIL), A PARTIR DAS 20H
ARTISTAS PARTICIPANTES
Vera Gama
Ana Maia
Everson Fonseca
Tânia Pedrosa

DOMINGO (20 DE ABRIL), A PARTIR DAS 20H
ARTISTAS PARTICIPANTES:
Celso Brandão
Herbert Loureiro
Jonathas de Andrade
Lucas Lamenha

SERVIÇO
O quê: Projeto Arte em Movimento – VelasTelas
Onde e quando: Na orla da Ponta Verde (na altura do Farol),
entre os dias 18 e 21 de abril, a partir das 20h
Entrada: aberta ao público
Mais informações: nucleozero.com.br e (82) 99904-7770


 

Conheça mais sobre o Projeto Narrativas em Movimento

Confira o Narrativas em outras cidades:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas